1927-1970  -  Joaquim Paiva

2019
132 páginas
Tamanho: 19x23 cm
Encadernação: Brochura
Papel: munken lynx 120g/m2 e masterblank 240 g/m2
Impressão: Indigo pela Ipsis Gráfica
“Este livro é uma homenagem à minha mãe; surgiu a partir dos diários autobiográficos e visuais que faço desde 1998. Logo percebi que começava a registrar nos meus cadernos o dia de seu aniversário de nascimento: 14 de fevereiro; e o de morte: 30 de outubro. Depois acrescentei as fotografias que fiz dela e de meu pai em 2002 a partir do álbum de família – fotos em preto e branco no meio da bela terra vermelha de Brasília, onde morei e trabalhei durante muitos anos. Por último, incluí no projeto o caderno em que meu pai declarava seu amor por minha mãe, em imagens e palavras – o único objeto que me restou dele, falecido antes de eu completar três anos de idade. Com o tempo e com a quantidade de diários que fui acumulando (tenho hoje 154), me dei conta de que, como fotógrafo e artista, deveria reunir este material em um livro de fotografias, para nele concretizar a memória de minha mãe, de quem nunca me esqueci.” 
– Joaquim Paiva. Rio de Janeiro, julho de 2019